Chiba, Japão: De volta à minha origem

Olá aventureiros! Já ouviram a frase “Nunca se esqueça das suas origens”? Pois foi ela que sempre deixou brotado em mim a vontade de conhecer o lugar de onde eu vim. Nasci no Japão, em Chiba e vim com 1 ano e meio para o Brasil, não tenho dúvida nenhuma que sou brasileira (sou naturalizada aqui e com origem lá, sem dupla cidadania, nem dupla identidade, rs) e tenho muito orgulho disso, mas tenho dois países no meu coração.

Sabe aquele passeio que os pais dão de carro e acabam passando no hospital que você nasceu, na primeira casa que você morou e etc? Só acontecia com as minhas irmãs, rs… pra mim essas lembranças só ficavam nas fotos, e conhecer tudo isso preencheu uma parte de mim e tornou essa viagem mais especial.

Essa também foi a primeira vez que eu andei de metrô sozinha e aconteceu o óbvio: me perdi (outro dia eu atualizo com o vídeo disso). Encontrei meu primo que mora por lá e que foi meu guia para me mostrar o lugar onde passei meu primeiro ano de vida.

12.09.1993
12.09.1993

nascimento

neve

21 anos depois...
21 anos depois…

21 anos depois...E depois de 1 mês comendo gohan (arroz) com furikakê, ganhei um almoço decente hehehdennysMeu primo é conhecido pela “primaiada” como o expert nas máquinas de bichinho de pelúcia, aí ele me levou em alguns lugares de games, um bem sinistro que parecia um lugar abandonado e na última porta você encontra o mundo dos jogos.game entrada

game portao

game portao 2E depois a Round One (não deixem de ir em uma quando você estiver pelo Japão), praticamente todos os jogos custam 100 ienes e são milhares de máquinas para tentar a sorte! A minha sorte foi ganhar o Olaf, com direito a anúncio com sino e tudo da funcionária do lugar (eles tocam o sino, dão os parabéns e anunciam que você conseguiu pelo microfone e para todos as pessoas do local ouvirem).round one

olaf

Bjs,

Pri

 

Gostou do nosso post? Compartilhe com seus amigos!
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

Um pensamento em “Chiba, Japão: De volta à minha origem

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *