A vida de arubaito – parte IV

Olá viajantes! Aqui eu listo algumas dicas que funcionaram para mim e outras que me deram, eu não dei muito ouvido, mas me arrependi depois, rs.

O que levar do Brasil para o Japão? 

  • Roupas

Vai depender muito da estação do ano que você vai pegar. Para o inverno (estação que eu peguei) aconselho levar apenas 1 ou 2 casacos grossos, 3 segunda-pele para usar sob a camiseta e calça (usei todos os dias e salva muito do frio), um moletom, 3 calças jeans, 2 leggings, 3 camisetas de manga comprida e 1 ou 2 de manga curta (para o final do arubaito que já vai estar mais quente). As quantidades parecem ser poucas, mas são para salvar na primeira semana, pois um conselho que eu acho muito válido é em vez de comprar um mundo de roupas de frio aqui, economize para comprar lá. O frio daqui não chega nem perto do frio do Japão, às vezes um casaco volumoso e pesado que você compra aqui é substituível por uma simples blusa de gola alta de lá (o tecido é diferente e esquenta bem mais). Um dos melhores lugares para encontrar essas roupas lá é a UNIQLO. Se mesmo assim você quiser levar seu guarda-roupa inteiro, tenha consciência que na volta você certamente terá que deixar algumas delas por lá (tive que descartar uma calça jeans, duas camisetas, mandei 5kg de roupa pro meu primo que mora lá e mesmo assim paguei bagagem extra, rs).

  • Calçados

Só leve o essencial: um tênis e um chinelo. Dica, principalmente para as mulheres: não leve os seus calçados xodós, lá você verá os preços dos calçados e vai querer comprar tudo, e no seu retorno vai ter que escolher entre os novos ou os velhos para colocar na mala. Eu acabei levando 2 botas, 3 sapatilhas e 1 chinelo e lá ainda comprei um tênis e 3 botas, no meu retorno descartei as 2 botas que eu levei do Brasil e como todas as sapatilhas eram xodó, tive que trazer de volta e mal usei elas lá, rs.

  • Comida

Me deram a dica de levar o mínimo possível de comida, mas passei um perrengue nas primeiras semanas. Nas primeiras semanas você não tem tempo para nada e ao mesmo tempo quer conhecer tudo e acaba não fazendo o principal: o supermercado. Então eu aconselho a levar comida o suficiente para duas semanas, uma dica é conversar com as pessoas que vão ficar no apto com você e dividir o que cada um vai levar para não pesar muito na bagagem ( isso se for de comum acordo que vocês vão dividir a comida, se não…cada um por si). Não deixe de levar feijão e café!levar Brasil

  • Utensílios e afins

Leve panelas velhas com o intuito de deixar tudo por lá na volta, leve um prato, uma caneca/copo, uma tigelinha (nada de vidro para não quebrar) e talheres só pra você, se preferir dá pra comprar nas lojas hyakuen (100 ienes), mas sempre tem a questão da falta do tempo e de você esquecer. Leve panos de prato, panos de limpeza, secador de cabelo (110V), toalha de banho, lençol, capa de travesseiro, cobertor (vai depender do quanto de frio você sente, o futon que recebemos lá esquenta bem, mas eu sempre usava o meu coberto por cima) e um adaptador de tomada universal (essencial! A tomada do Japão é só com os dois risquinhos).

O que comprar logo que chegar no Japão?

Como já tinha ouvido falar que o arroz de lá é muito melhor que o daqui, optamos por comprar e comer o de lá (o valor vale a pena, o arroz até brilha quando fica pronto. No mesmo dia que chegamos no nosso apato fomos para o supermercado comprar a panela de arroz e o pacote de arroz, além dos produtos de limpeza, sabão para lavar roupa, amaciante (o difícil foi saber pra que cada um servia, mas fomos pelas fotos da embalagem), papel higiênico, varal, sacos de lixo (tente ver um vídeo tutorial pra saber como separar, demoramos 1 semana pra entender e mesmo assim acho que nem fizemos tão certo, rs) água em garrafa e aquelas coisas “super essenciais”pra mim: meron pan, natô e calpis. Sem contar que o nosso congelador sempre estava lotado de sorvete, e eu nunca resistia aos de melancia.comprascompras2sorvete melancia

Tarefas da casa

Para ficar justo, compramos uma lousa e fizemos uma tabela com os 6 cômodos da casa e quem limparia cada um na semana. Limpávamos a casa uma vez por semana (funcionou nas primeiras semanas,rs) e as divisões dos comodos eram: quarto 1, quarto 2, quarto 3, banheiro, cozinha e corredor + armário de sapatos na porta. A regra da louça era: sujou, limpou. Cada um lavava e limpava a sua sujeira. A comida nós repartíamos apenas o arroz, a mistura cada uma comprava a sua…mas sempre acabávamos juntando o que cada uma tinha e comíamos juntas, sem contar com os outros arubaitos que vinham comer o nosso arroz e traziam a mistura (uma boa troca).

O lixo tem dias certos para ser recolhido e quem estivesse de folga nesse dia levava o lixo pra fora. Os itens de limpeza, para lavar as roupas e o papel higiênico também dividíamos, e quando acabava quem estivesse de folga ia comprar. É bom combinar essas coisas no começo para não ter problemas depois.

Aproveite e veja também:

A vida de arubaito – parte I

A vida de arubaito – parte II

A vida de arubaito – parte III

Bjs,

Pri 🙂

Gostou do nosso post? Compartilhe com seus amigos!
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

3 pensamentos em “A vida de arubaito – parte IV

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *