Planejando um Mochilão no Brasil

Oláaa aventureiros!!

Ano passado, logo que voltei do Japão já comecei a trabalhar e mergulhei em vários projetos, trabalhos, faculdade…e não é difícil adivinhar que o que eu mais esperava era um intervalo para….viajar!! (minha mãe sempre me pergunta como eu consigo nunca parar em casa e sempre fazer tudo o que eu faço…acho que lá pros meus 100 anos vou ter tempo de sobra pra descansar, mas hj essa não é nem perto uma das minhas prioridades).

Uma breve intro…

Já em agosto/15 eu comecei a procurar destinos para viajar, e dessa vez eu arrastaria minha irmã de 14 anos. Minha mãe tinha sugerido Bahia – Salvador, mas pesquisando preços de passagem aérea..acabei encontrando o mesmo preço para ir ao Chile. Me empolguei, pesquisei sobre todos os pontos turísticos do Chile, hospedagem, preços de câmbio…tudo certo, até chegar na parte dos documentos para viajar acompanhada de uma menor de idade. Não é muito complicado, mas faltou alguns documentos e não ia dar tempo de conseguir ter tudo certo até a viagem. Imaginem a minha decepção… minha mãe até sugeriu eu ir sozinha, já que eu já tinha pesquisado tudo e já tava me imaginando lá. Mas eu tava me imaginando lá com a minha irmã, e não teria a menor graça eu ir sozinha e não levar ela comigo…comecei um plano B.

O PLANO B

Por que não um Mochilão no Brasil? Comecei a ler vários fóruns, blogs, sites, avaliações e escolhi o Nordeste para explorar e então cheguei em um roteiro ideal para nós: Guarulhos (SP) -> João Pessoa (PB) -> Recife (PE) -> Olinda (PE) -> Porto de Galinhas (PE) -> Maragogi (AL) -> Maceió (AL) -> Congonhas (SP). Próximo desafio: ajustar isso dentro de apenas 10 dias.

aviao - mochilao no nordeste

Escrevi em vários grupos a minha ideia de roteiro, e para ser sincera não teve muita gente que disse que seria possível. Mas eu decidi seguir com o plano e ver no que ia dar. Compramos apenas a ida/volta de avião e entre as cidades por lá iriamos de ônibus ou o que tivesse disponível (eu tentei montar todas as opções antes da viagem, mas é impossível com as poucas informações que encontrei na internet, então desencanei e liguei o ” oq tiver que ser será” – no modo light, é claro).

SEGURANÇA

É seguro ir para o Nordeste? Claro que é! E para ser sincera, nas cidades que passamos e vivenciamos é muito mais seguro que a nossa querida SP. Mas como em todo lugar, é sempre bom ficar esperto, nunca se distanciar dos seus pertences ou dar bobeira. Mas não passamos nenhum perrengue quanto a isso.

Antes de viajar, para as pessoas que eu contava que estava indo pra lá e com a minha irmã de 14 anos…nem preciso comentar que fui chamada de louca e diversas vezes ouvi “nossa, mas toma muito cuidado, lá é meio perigoso”. No passado, isso poderia me intimidar…hoje não mais, porque eu pesquiso e planejo muito antes de tomar uma decisão e é isso que falta para as pessoas antes de aconselharem alguém. E eu penso muito no fato que se nos prendermos por todas as coisas ruins que podem acontecer, a gente nunca vai sair do lugar, nunca vai viver.

nos- mochilao no nordeste

HOSPEDAGEM

Reservei todas pelo Booking 2 meses antes. Sempre uso, sempre deu certo e sempre é a minha primeira (e até agora não precisei partir para a segunda) opção. Como de praxe, a minha prioridade é preço, atrelado a localização, cancelamento gratuito (primordial para reservas com bastante antecedência) e avaliação dos hóspedes.

Dica: Em vez de ler todos os comentários bons, eu leio primeiro os ruins para ver se realmente são ruins. Por exemplo, teve uma pousada que os comentários negativos eram: almofada muito dura, só tem 1 almofada por cama, não tem cuscuz no café da manhã, etc…e pra mim isso não é relevante, então o que parece ruim não é tao ruim assim!

COMIDA

São bem baratas! Tem as opções caras também, mas economizamos muito nessa parte. A minha única “exigência” era comer pelo menos 1 refeição com a gastronomia tradicional do lugar nem que fosse o mais caro. Pois viajar não é só ver e tirar fotos de paisagens bonitas, acho muito importante conhecermos novas culturas e a gastronomia faz parte dela.

PASSEIOS

A melhor parte e a parte que mais investimos também! O Nordeste é lindo e vale muito a pena cada passeio. E lembre-se: o turismo é uma das principais rendas dessa região, explore o turismo, invista nele para que continue dando a visibilidade que essa região precisa.

Nos próximos posts começo a relatar os nossos roteiros em um mochilão no Brasil. Se tiverem dúvidas, comentem! 😉

Bjs,

Pri

Gostou do nosso post? Compartilhe com seus amigos!
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

7 pensamentos em “Planejando um Mochilão no Brasil

  1. Eu sempre arrasto minha irmã para viajar comigo também hahahaha, mas no caso ela é mais velha.
    Ano passado quando eu estava pesquisando viagens, vi mesmo que as passagens para o Chile estavam praticamente iguais as passagens de destinos aqui no Brasil, tanto é que acabei indo para o Chile.
    Achei super interessante sua ideia de fazer mochilão por aqui mesmo! Afinal é ótimo conhecer o nosso país.

    Beijos
    http://orangelily.com.br

    1. Lilian, é maravilhoso viajar com quem mais amamos né? A sensação de ter alguém para viver tudo aquilo com você e poder mostrar de certa forma um novo mundo para o outro é enriquecedor! 🙂

      Concordo plenamente com você! Me toquei disso quando fui pro Japão e acabei conhecendo mais cidades de lá ficando apenas 4 meses, do que no Brasil vivendo por 20 anos…

      Bjs,
      Pri

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *