Cajón del Maipo e Embalse el Yeso – Um espetáculo da natureza no Chile

Cajón del Maipo e Embalse el Yeso: a nossa conexão com a natureza chilena!

Saímos do Brasil com o passeio de Cajón del Maipo e Embalse el Yeso agendados! Nossa principal dúvida foi se iríamos por conta ou por agência, e decidimos pela segunda opção. Após pesquisar alguns preços e agências, fechei com a Transmillenium, com o Bruno, que é brasileiro e foi bem atencioso nas informações a explicações do passeio (tudo por whatsapp).

Cajón del Maipo

É uma região chilena cercada pela Cordilheira dos Andes e está a cerca de 2h de carro do centro de Santiago. É cortada pelo rio que dá o nome à região, o rio Maipo, sendo destino certo para os aventureiros de plantão, com diversas atividades como rafting, trekking, escalada, etc.

A van da agência nos buscou em nosso hotel às 6h30 e vale dizer que mesmo no auge do verão, nesse horário faz um frio de lascar, então vá agasalhado! Nossa primeira parada foi em San José del Maipo, no túnel Tinoco.

Túnel Tinoco

Esse túnel serviu de caminho para os trens entre 1914 até 1980. Os guias convidam para a experiência de atravessá-lo, mas o mal cheiro e a escuridão acompanhados da história que contam…não me deu coragem de fazê-lo. A história é de um rapaz, apelidado de Willy que se suicidou dentro do túnel, quando tinha 18 anos. E na entrada do túnel há um santuário em sua homenagem, e as pessoas levam objetos e fazem pedidos/agradecimentos até hoje.

No meio do caminho, a beleza da natureza reina! O guia nos mostra as várias plantações de marihuana (maconha) que é exclusiva para uso medicinal e no topo de uma das montanhas há uma parte glacial que é desde a Era do Gelo, esse gelo não derrete nunca!

E depois de alguma horinhas, chegamos no nosso destino final: Embalse el Yeso. A estrada que leva até esse local tem muitas curvas, mas nada muito perigoso (minha percepção). Tinha muitos caminhões indo e vindo carregando gesso,eles fazem isso durante o verão e durante a semana; e optamos por ir durante a semana para não pegar o lago muito lotado. No inverno o caminho requer mais cuidado e quando há muita neve, não costuma haver passeios para lá (segurança acima de tudo, né?). E essa foi a imagem que nos fez ter a certeza que tínhamos que fazer esse passeio:

E posso dizer? Pessoalmente é muito mais lindo!

Embalse el Yeso

Um lago artificial com águas esverdeadas que funciona como uma represa, sendo a principal fonte de abastecimento de água na cidade de Santiago. Mesmo com sol, lá ventava muito e a temperatura estava mais baixa, até porque estávamos a uma altura de 3.000 metros acima do nível do mar!

Para tornar a experiência mais incrível, a agência providenciou um super piquenique com direito a vinho e petiscos chilenos à beira do lago!

Um passeio para contemplar a natureza e que foto nenhuma conseguiria mostrar a imensidão da Cordilheiras e do tom dessa água. Então anote essa dica e coloque no seu roteiro quando estiver por lá!

Há pacotes que incluem os Termas (Baños Colinas e Morales) no passeio, mas decidimos não ir por já ter agendado um termas em Mendoza (próximos posts). Retornamos 15h em Santiago, e quem inclui o termas acaba retornando no final do dia.

Dados

Data do passeio: jan/2018

Preço por pessoa: 28.000 CLP ( em torno de R$ 143,00) – incluso o piquenique

Entrada gratuita pra Embalse el Yeso

Gostou do nosso post? Compartilhe com seus amigos!
Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email

2 thoughts to “Cajón del Maipo e Embalse el Yeso – Um espetáculo da natureza no Chile”

  1. Ola!
    Vi no relato de vocês que fez frio quando vocês foram… qual roupa vocês aconselham a levar? Estamos indo no final de dezembro pra Santiago e até então não levaríamos nenhum casaco por ser verão… o que vale a pena levar?

    Obrigada!

    1. Olá Thays,
      Não chegamos a levar casaco de frio, mas levamos moletom e vale levar sim!
      De manhã e no final do dia fazia frio, mas um moletom já dava conta!

      Mas no decorrer do tarde fazia muito calor, então roupas leves é a melhor escolha. Fomos no final de janeiro e estava muito calor!

      Abcs,
      Pri

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *