Mangá Cafés no Japão

Olá viajantes! Em minhas viagens, tudo que se relaciona ao melhor custo-benefício me agrada. E no Japão, a forma mais econômica de hospedagem são os Mangá Cafés.

Mangá Caféneto cafeTambém conhecido como Manga kissaten (ま ん が 喫茶),  esse estabelecimento é uma junção de uma biblioteca de mangás (histórias em quadrinhos) com internet café (neto café para os japoneses). Na teoria seriam similares ao que conhecemos por lan house, porém na prática a única semelhança é a questão de ter computadores com acesso à internet. Oferecem aos clientes uma imensidão de mangás e cobram de acordo com as horas que os clientes desejam ficar no estabelecimento e com o passar do tempo tornou-se uma ótima opção de alojamento econômico para desempregados, sem-tetos e para nós: amantes de viagens e aventuras!manga

  • Comodidades

Há diversas comodidades como banheiros (compartilhado) com chuveiro, máquinas de sorvete, sopa, refrigerantes, sucos, chás e cafés (Fomos em alguns que tinha tudo isso incluso no preço, e nos empolgávamos tanto que passávamos mais tempo comendo sorvete, experimentando todos os tipos de bebidas e explorando o lugar do que dormindo). Na recepção de alguns eles dispõem de chinelos e cobertores além de uma mini lojinha para você jantar por lá.food corner

  • Cabines

Existem diversas opções de cabines, mas todas vem com um computador com acesso à internet (nas nossas “estadias” era o que a gente menos usava). Fomos em alguns que a cabine era minúscula (eu tinha que dobrar o joelho pra caber pra vocês terem noção), umas tínhamos que deitar direto no tatame, outras tinham um colchonetizinho, ou um sofá, mas o melhor foi quando encontramos um que tinha uma super poltrona com massagem (nesse eu devo ter ficado umas 2h só mexendo no controle e curtindo a massagem antes de dormir). Tinha a opção de ser cabine individual ou em dupla, a maioria das vezes pegamos individual (queríamos esticar as pernas), mas em outras fomos obrigados a pegar em dupla pela falta de lugares.neto cafeeneto cafe 1Há lugares que dispõe de espaço reservado apenas para mulheres (ladies area), para evitar casos de assédio…eu particularmente não recomendo ficar nessa área, pois se houver um tarado no local o único lugar certeiro que terá mulher é nessa área e quando eu fui explorar esse espaço vi que é de livre acesso, qualquer um pode entrar de noite. Então é preferível que você se camufle nas cabines do lugar e não ficar em evidência. neto cafe 2Mesmo já sendo uma opção de hospedagem em conta tinha como ser mais barato ainda, você podia abrir mão total do conforto e pegar uma cadeira para passar a noite (sem cabine privativa). Mas isso já era demais pra mim, rs. neto cafe cadeira

  • Preços e Horários

A maioria deles tem recepção 24h e tem como período mínimo 30 minutos e máximo de 8h. Os valores variam de 100 ienes até 2,500 ienes. Alguns lugares cobram um valor extra caso você queira tomar banho (+/- 200 ienes para 20 minutos de banho).

  • Localização

Estão espalhados por todo o Japão, e possuem uma localização bem estratégica, geralmente do lado de uma estação de trem ou metrô. Pode ser um pouco complicado identificá-los, pois a maioria fica dentro de prédios, nos últimos andares. Mas é só conseguir ler os letreiros e identificar o “Manga” que você achará um.

  • Check in

Não é hotel, mas você precisa fazer seu check in para começar a contar as horas. Preciso alertá-los de ter alguém que saiba um pouco de japonês na primeira vez, pois as fichas de cadastros são em japonês (podem ser preenchidos em português) e a maioria dos recepcionistas não entendem inglês (dizem que entendem, mas é melhor tentar o japonês básico do que insistir no inglês). O bom é que a maioria oferece o cartão sócio, ou seja, na próxima vez é só apresentar esse cartão (tem que ser na mesma rede). O documento necessário é o zairyu card (com ele não é preciso apresentar o passaporte).

DICAS:

  1. Cuidado com as fotos e vídeos feitas nesse lugar, em geral os japoneses não gostam de ser fotografados e quando eu dei um click na recepção tive a “sorte” de ter (e não ver) um cara fazendo check out e que pensou que eu tava tirando foto dele. Para melhorar ele parecia de gangue, rs e veio pra cima de mim falando um monte. Tentei dar o meu embromation de japonês, mas ele deve ter cansado de gritar e foi embora. Agora eu falo de boa, mas na hora eu nem quis sair daquele lugar com medo dele estar lá fora com o resto da gangue kkkk. Aliás, é por isso que eu não tirei mais nenhuma foto de recepção até o final da viagem.
  2. Em grupo nada parece ser perigoso, mas quando for sozinho é necessário ficar mais atento, ainda mais no caso das mulheres. Os netos cafés são frequentados em sua maioria pelos homens (que não tem casa fixa, que não querem voltar pra casa, que saem direto pra trabalhar, etc…). Teve uma única vez que eu fui sozinha e o neto café que eu peguei tinha uma cabine que se eu ficasse de pé e espiasse a cabine do lado dava pra ver tudo, além das divisórias terem umas frestas que dava pra ver os vultos do outro lado, nesse dia eu peguei um período de 5h, mas só dormi por 2h, pois pelas vozes eu vi que tinha um homem do meu lado esquerdo e quis esperar ele dormir para conseguir dormir tranquila, mas o homem decidiu tomar banho, comer e ficou com a luz acesa até altas horas…
  3. Se estiver em um grupo grande é recomendável que você veja com antecedência se terão vagas nos netos cafés escolhidos, quase ficamos na mão uma vez. Em algumas ocasiões tivemos que nos dividir e dormir em lugares diferentes.

No mais, os mangas cafés ou netos cafés, são a melhor escolha para passar a noite de forma segura e econômica.

Bjs,

Pri

Gostou do nosso post? Compartilhe com seus amigos!
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email

20 thoughts to “Mangá Cafés no Japão”

  1. Que curioso! Eu já ouvi falar dos hotéis cápsula (e até tenho vontade de passar uma noite pra ver como é), agora esse Mangá Café é novidade pra mim. Mais uma ideia incrível dos japoneses! Boa forma de economizar… mas realmente, a opção da cadeira tb é demais pra mim kkkkkkkk

  2. Geeeeente, que doideira esse lugar. Nunca imaginei um “hotel” assim… que pequeno! hahahha Bom, deve ser mais usado pelos viajantes, ne? Ou os locais acabam dormindo em locais assim tambem?
    Que coisa doida, Pri, obrigada por compartilhar com a gente. Aprendi um pouquinho aqui hoje… sério!
    Deve ter sido uma experiência engraçada. Acho que nem a mala cabe dentro do “quarto”, ne? E o banheiro, era limpo? Bom, pelo menos dizem que os japoneses são bem limpinhos, ne?

    1. Julia, bem doido mesmo…coisas que passamos por sermos viajantes econômicos, rsrs.
      O curioso é que é muito usado pelos locais! E mais curioso ainda é que tem locais que não se dão nem a esse “luxo”, muitos dormem em aeroportos tb (descobri quando dormi em um,rs).

      O banheiros da maioria é bem limpinho sim, dava até para tomar banho!
      Abcs,
      Pri

  3. Gente, nunca tinha ouvido falar de algo assim!!! Achei muito doido!! Kkkkk Passar a noite dormindo numca cadeira só em caso de extrema necessidade mesmo, porque dá não… Kkkkk

    1. Manuela, é bem necessidade mesmo! Pior que por necessidade (e por falta de dinheiro) já dormimos até em mesa do Mc Donalds! hahaha

  4. Haha, eu ri das tais das cadeiras para dormir… Realmente aí já é muito! E que medo de sem querer tirar fotos de japoneses… A reação parece ser exagerada 😀

    Porém interessante mesmo se o objetivo for economizar. E curti os mangás. Eu e minha esposa fomos muito otakus na adolescência. Acho que nos divertiríamos, mesmo sem entender a escrita 🙂

  5. Ah que máximo! O Japão é incrível. Não sabia dessas coisas e nunca ia imaginar. Mas é uma ótima! super esquema pra ficar barato e ter um cantinho pra dormir! Certeza que vou querer experimentar quando for pra lá

  6. Nossa! Primeira vez que vejo um post sobre essa opção. Excelente pra quem esta planejando ir e pretende economizar sem abrir mão de um mínimo de conforto e comodidade. Dica anotada, e bom saber que eles não gostam de fotos, pois onde chego é clicando kkkkkkk. Abraço

  7. Essa é nova pra mim, Japão tem suas curiosidades, achei interessante o modo do lugar tipo “Lan House”, mas que pode ficar horas, dormir, tomar banho, fazer um lanche, é uma excelente opção como disse de custo, fiquei muito curioso para conhecer é diferente, gostei dessa dica parabéns

  8. Nunca tinha ouvido falar desse tipo de alojamento! Interessante como os japoneses são criativos e conseguem unir várias coisas legais e tornar em negócio. Ótima dica para quem quer economizar!!

  9. Pri que inusitado nunca vi ou soube de um lugar assim, mas com tudo que relatou achei um pouco inseguro, ãs vezes o barato pode sair caro, mas achei que vale pra conhecer, agora já dormir pensaria kkk, principalmente na cadeira que você mostrou , concordo com você aí já é demais kkkkk

  10. Diferente este lugar para dormir…nunca tinha escutado falar nesta possibilidade. É interessante, mas acho que não conseguiria dormir assim. rsrsr

  11. Que curioso esse tipo de hospedagem, Pri! Nunca tinha ouvido falar, quando comecei, logo pensei naqueles hoteis capsulas, mas vi que esse é ainda mais excêntrico!!! deve ter sido uma experiência muuuuuuito diferente.

  12. Caramba que proposta diferente de hospedagem, nunca imaginei.. mas priorizando a economia me parece o melhor custo x benefício, para mim que viajo sempre com a família acho que fica complicado kkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *